Pequeno Tsuru

Sobre Regina Cochito

Regina Cochito

Regina Cochito Passo a Passo

Regina Cochito conheceu o origami em 2004, na época em que dava aulas em turmas no ensino fundamental. Primeiramente ela usava as dobraduras para estimular a psicomotricidade fina das crianças, desenvolvendo ainda mais seus sentidos. Ainda não sabia que já estava fazendo origamis.

Foi numa feira oriental em Niterói que viu um Tsuru pela primeira vez. Ele estava adornando um belo par de brincos e aquilo a atraiu o suficiente. No dia seguinte, encontrou o diagrama, imprimiu e começou a dobrar até chegar no lendário pássaro dos origamis. Conclusão: foram 24 horas até conseguir comemorar seu primeiro Tsuru.

Na busca por mais informações, chegou até a Kyoko, na saudosa e finada papelaria Haikai, no Niterói Shopping. Fez seu curso de origami e começou uma amizade que foi se desdobrando com o passar dos anos.

Enquanto professora do curso pedagógico, aplicou seus conhecimentos em dobraduras e ensinou o quanto ele ajuda em diversos aspectos psicológicos, estendendo a paciência e incentivando mais detalhamento em tarefas. O ato de dobrar uma folha de papel, além de permitir a continuação natural da árvore, também contribui para a criação infinita de possibilidades. É como se tivéssemos qualquer coisa ao nosso alcance, e estivéssemos separados apenas por algumas dobraduras.

Dobrando um pouco mais

Alguns bons anos se passaram, sendo 12 deles dentro do Grupo Origami Niterói, onde Regina Cochito pode conhecer mais esquemas e diagramas, como também pessoas excelentes que lhe ensinaram muitos outros origamis. Muitas oficinas em escolas e colégios, para crianças, jovens e adultos, sempre mostrando que o simples ato de dobrar uma folha de papel carrega em si uma figura muito maior, pois também é um ato de amor.

Sabia que adorava origamis e tudo que ele representava, como símbolo da cultura japonesa. Mas como sua origem não é nipónica, sentia que somente o papel dobrado não seria o suficiente.

Lembrou dos brincos, seu primeiro contato com o Tsuru e encontrou o que precisava. Colocar o origami como parte de outro aspecto da sua vida, o que me satisfez ainda mais. Encontrar a peça certa para o local certo, usando o Origami para isso. Foi daí que começaram seus brincos, orbes decorativos, cordões, cortinas, etc, etc, etc.

Viu que os origamis poderiam, sim, fazer parte de outro ponto muito forte nela: a decoração. Como eles pode inserir dentro do seu dia a dia, novas formas para sintetizar objetos de casa e de adornos. Quando misturou dobraduras com tecidos, pode ver que realmente uma carteira de papel fica muito melhor se for de pano, além de mais durável.

Ainda assim, faltava algo.

E esse algo que faltava era compartilhar tudo isso que desenvolveu e percebeu durante todos esses anos, de forma que essas informações possam alcançar ainda mais pessoas. Assim nasceu este blog, no qual ela traduz todos os seus achados em informações detalhadas sobre como fazer, como escolher o papel correto e como aplicá-lo em algum local da sua vida. E sempre com um passo a passo bem delicado.

Sejam bem-vindos ao mundo do Origami.

Regina Cochito

Venha saber mais!

Cadastre-se em nossa lista e tenha acesso aos nossos conteúdos com muito mais rapidez.

Assine Nossa Newsletter!

Assine Nossa Newsletter!

Junte-se à nós e receba as melhores novidades em diagramas e outras informações sobre Origamis. Sempre com um passo a passo para você!

Obrigado pela sua inscrição! Veja seu e-mail e confirme sua assinatura em nossa lista.

Pin It on Pinterest